Translate

Receba por e-mail nossas publicações

quarta-feira, 11 de junho de 2014

Uso medicinal do gengibre


O gengibre trata-se de uma planta de origem indo-china que atualmente se cultiva em regiões tropicais. Há diversas espécies, sendo as melhores as que provêm da Índia, Jamaica e Austrália. Há centenas de anos são atribuídas muitas propriedades medicinais e também se usa na gastronomia. 

Usos internos do gengibre

Favorece as funções do aparelho digestivo: 
essa é uma das funções mais populares do gengibre. Estimula o pâncreas, aumentando a produção de enzimas que intervêm na digestão e evitam a má digestão e evitam a má absorção dos alimentos.

Ajuda a prevenir problemas intestinais: 
devido ao seu poder antibacteriano evita alterações na flora intestinais.

É um anti-histamínico muito eficaz: 
é um dos melhores remédios para combater as náuseas por diferentes causas. Por exemplo, para as náuseas durante uma viagem (barco, ônibus etc.) e trajetos longos; para os enjoos que se produzem depois da quimioterapia; para as mulheres grávidas em seus primeiros meses de gestação (não é um tratamento que deve ser muito prolongado neste caso) e para os vômitos pós-operatórios.

Trata úlceras: 
evitando também sua aparição. Por seu poder antibacteriano, elimina a bactéria Helicobacter Pylori que segrega amoníaco. O gengibre é um excelente remédio natural para a gastrite  e para neutralizar o excesso de ácido gástrico.

Reduz a diarreia e a prisão de ventre: 
elimina bactérias ou microorganismos prejudiciais como a E. Coli que causa diarreia nas crianças, assim como também a gastroenterite. Aumenta, por sua vez, o peristaltismo intestinal, pelo que favorece a expulsão dos excrementos, no caso de prisão de ventre.

Previne doenças do coração: como os ataques cardíacos, trombose, angina de peito e coágulos.

Favorece a boa circulação nas extremidades: eliminando a dor nas pernas, principalmente os sintomas nos dedos da mão pela doença de Raynaurd.

Ajuda na regeneração dos tecidos no caso de congelação dos membros ou feridas.

É útil contra os sintomas da gripe: 
o gengibre serve para baixar a febre, melhorar a congestão nasal, as dores nas articulações causados pelo estado gripal. No caso dos resfriados, elimina a pressão no peito pelo acúmulo de mucosidade. O mesmo ocorre para os que sofrem com a sinusite ou nariz congestionado.

Trata a fadiga crônica:  
um problema muito frequente é a Síndrome da Fadiga Crônica, na qual a pessoa sempre está cansada ou sem forças, mesmo que dura ou descanse bastante.

É um potente anti-inflamatório e analgésico: 
serve nos casos de artrite, artrose ou dores nas articulações, assim como as inflamações por colisões. Mitiga a dor e desinflama. Também serve para os que sofrem com a síndrome do túnel do carpo.


Usos externos do gengibre

Para a dor de dentes: se aplica diretamente sobre a mandíbula um pouco do líquido do chá de gengibre ou, ainda, se mastiga uma rodela bem fina.
Elimina o mau hálito: para tratar a halitose, há muito tempo se usa o gengibre. Esta técnica oriental refresca a boca depois da comida e como aumenta a produção da saliva pode servir para os que têm sempre a boca seca.

É um potente afrodisíaco: é capaz, segundo dizem, de estimular o desejo sexual e aumentar os níveis de líbido, tanto em homens como mulheres. Podem ajudam aqueles que tem problemas de ereção.

Como consumir o gengibre?

Para aproveitar todas estas propriedades do gengibre, é preciso saber as diferentes maneiras que temos para consumir o gengibre. Ainda que alguns tratamentos requeira uma ingestão específica, na maioria das vezes se pode fazer da maneira que cada pessoa aprecia, mais simples ou mais elaborada.

Dependendo da doença podem ser feitas infusões do tubérculo fresco ou seco, cataplasmas, batidas, fricções, óleo essencial etc. Também se pode usar com outras plantas medicinais para poder potencializar suas vantagens e conseguir melhores resultados.

No caso da raiz do gengibre se consome fresca acompanhando os seguintes passos: Primeiro lavar bem e descascar. Depois ralar ou picar a polpa para poder adicioná-lo a ensopados, molhos, sopas (geralmente se usa nestas preparações). Você também pode molhar a raiz seca na água, caldo ou suco e adicioná-la em receitas. Se você gosta, o sushi pode ser acompanhado pelo  gengibre, o mesmo para outros pratos orientais.

O vinagre é usado para deixar a raiz em remolho. Também em conserva, tratada com açúcar, sal e vinagre ou azeite. Também pode consumir a raiz do gengibre moída com doces, curry, cozidos, sobremesas e molhos. E, por último, cristalizada, cozinhando a raiz por 30 minutos com água. Escorrer e em uma panela levar à ebulição com três colheres de água e açúcar em quantidades iguais. Cozinhar até que o líquido evapore.

Uma das alternativas mais frequentes para consumir o gengibre é com uma infusão. Seu sabor é um pouco picante. Você precisará de aproximadamente 8/5 gramas desta planta, 700 ml de água e um adoçante a gosto (como pode ser a stévia, mel, xarope de agave e açúcar mascavo). Lavar e escorrer bem, descascar e cortas em rodelas finas. Colocar a água para ferver e colocar o gengibre por alguns minutos. 

Outra opção é colocar a raiz em um recipiente e depois colocar a água fervente e tapar deixando por 5 minutos. Em quaisquer dos casos, você deverá coar depois. Muitos adicionam rodelas ou suco de limão nos casos de resfriados. E, por último, para casos pontuais, pode-se usar o gengibre cru ou macetado.    



terça-feira, 10 de junho de 2014

Sucos e infusões curativas- abacaxi, maçã e alho


Suco de abacaxi, maçã e alho

Ingredientes

Duas rodelas de abacaxi
Meia maçã
Um alho cru
Meio copo de água

Tanto a maçã quanto o abacaxi são duas frutas medicinais. Elas apresentam a propriedade de desinfectar nosso organismo e de fortalecer nosso sistema imunológico. Por outro lado, o alho aparece como um maravilhoso antibiótico natural que será de grande ajuda na dor de garganta. É um dos remédios mais eficazes. É possível que o sabor fique um tanto estranho ao adicionar o alho, mas asseguramos que vale a pena provar do suco.

Para fazer este suco tenha em mãos duas rodelas de abacaxi já descascadas. A maçã verde é também muito apropriada nestes casos. Descasque-a e corte-a pela metade para levá-la ao liquidificador. Adicione meio copo de água e o alho cru cortado pela metade. Bata bem todos os ingredientes para conseguir um suco bem homogêneo. Tome o suco pelas manhãs recém feito. Os resultados são muito bons.

É importante que quando você estiver com dor de garganta mantenha-se a todo o momento hidratado. Seja constante ao menos durante três ou quatro dias, e tome estes sucos ou infusões de duas a três vezes por dia. Estes preparados atuam como antissépticos naturais que serão de grande ajuda.

A dor de garganta pode aparecer por várias razões: mudanças de temperatura, alergias, vírus ou bactérias, entre outras.

É um processo doloroso e muito incômodo, assim como um risco para nossa saúde no caso de se transformar em uma infecção ou uma amidalite.

segunda-feira, 9 de junho de 2014

Sucos e infusões curativas- cenoura , hortelã e limão


Suco de cenoura  hortelã e limão

Ingredientes

Uma cenoura média
Quatro folhinhas de hortelã
Suco de meio limão
Meio copo de água

Para preparar, leve todos os ingredientes no liquidificador e bata até obter um suco bem homogêneo. Nunca beba este suco frio, o ideal é que você o esquente um pouco para que fique morno.

A vitamina C da cenoura é muito eficiente para curar muitas infecções e reativar nosso sistema imune. Combinado com a hortelã  consegue reativar o trato respiratório e aplicar uma proteção defensiva contra as bactérias. 

Trata-se de um suco tanto nutritivo como medicinal que trará bons resultados. Você pode tomá-lo todas as manhãs. 

É importante que quando você estiver com dor de garganta mantenha-se a todo o momento hidratado. Seja constante ao menos durante três ou quatro dias, e tome estes sucos ou infusões de duas a três vezes por dia. Estes preparados atuam como antissépticos naturais que serão de grande ajuda.

A dor de garganta pode aparecer por várias razões: mudanças de temperatura, alergias, vírus ou bactérias, entre outras.

É um processo doloroso e muito incômodo, assim como um risco para nossa saúde no caso de se transformar em uma infecção ou uma amidalite.

domingo, 8 de junho de 2014

Sucos e infusões curativas- Gengibre canela e limão


Infusão de gengibre, canela e limão

Ingredientes

Uma colherzinha de gengibre ralado
Um ramo de canela
Raspas de limão o quanto baste
½ xícara de água

Para preparar esta infusão, ferva um copo de água junto com todos os ingredientes, durante pelo menos 15 minutos. Deste modo, o gengibre vai desprendendo suas propriedades medicinais. Beba a infusão pouco a pouco e duas vezes ao dia.  

O gengibre dispõe de excelentes propriedades analgésicas capazes de aliviar a dor de garganta.

Combinado com o suco de limão reduzirá a inflamação e atuará como um maravilhoso antisséptico. 


É importante que quando você estiver com dor de garganta mantenha-se a todo o momento hidratado. Seja constante ao menos durante três ou quatro dias, e tome estes sucos ou infusões de duas a três vezes por dia. Estes preparados atuam como antissépticos naturais que serão de grande ajuda.

A dor de garganta pode aparecer por várias razões: mudanças de temperatura, alergias, vírus ou bactérias, entre outras.

É um processo doloroso e muito incômodo, assim como um risco para nossa saúde no caso de se transformar em uma infecção ou uma amidalite.


sábado, 7 de junho de 2014

Sucos e infusões curativas- Limão e vinagre


Sucos e infusões para curar a dor de garganta

A dor de garganta pode aparecer por várias razões: mudanças de temperatura, alergias, vírus ou bactérias, entre outras.

É um processo doloroso e muito incômodo, assim como um risco para nossa saúde no caso de se transformar em uma infecção ou uma amidalite. Traremos nos próximos dias alguma receitas de sucos simples que podem aliviar este mal-estar.


Infusão de limão e vinagre de maçã

Ingredientes

Uma colherzinha de vinagre de sidra de maçã
O suco de meio limão
Uma colherzinha de mel
Uma pitadinha de pimenta caiena

Trata-se de um remédio tão antigo quanto efetivo, graças as propriedades do mel, do vinagre de maçã e do limão, conseguiremos não somente reduzir a inflamação, como também limpar as paredes da garganta de vírus e bactérias, estimulando, além disso, o sistema imunológico.

Para nos beneficiar desta infusão, não temos nada mais que esquentar uma xícara de água. Quando estiver fervendo, adicione o suco de meio limão e uma colherzinha de vinagre de maçã. Uma vez servido na xícara, adicione à infusão um pouco de mel e aquela pitadinha de caiena. O sabor é um tanto forte, por isso recomendamos beber pouco a pouco para que a infusão faça seu efeito na garganta. Tomá-la pelo menos duas vezes por dia durante três dias seguidos.